terça-feira, 16 de setembro de 2008

Dia Mundial Sem Carro

Já imaginou, como seria um dia sem seu carro na grande cidade?
Em caso negativo, aproveite que setembro, é o mês do dia munidal sem carro ( 22): opte por caminhar, pedalar, patinar e/ou utilizar o transporte coletivo (ônibus).
Se você, tem mil e uma justificativas, para não usar o transporte coletivo, veja como se faz ( de casa para a escola, dos filhos):

1- Caminhe de casa, até o ponto de ônibus,
aproveite e observe a paisagem, diga olá aos vizinhos.

2- aguarde o ônibus, no ponto.

3- suba no ônibus.

4- Pague sua passagem(utilize o bilhete único)

5- acomode-se.
Da janela do ônibus, você pode observar a cidade.

6- Pronto, chegou ao destino. Desça do ônibus com vagar.

7- Cuidado, ao atravessar as ruas, elas estão mal sinalizadas para nos caminhantes.

8- No caminho, aproveite para brincar de amarelinha. Você vai adorar.

9- Chegamos. Agora, vá estudar.




Para saber mais, sobre o Dia Mundial Sem Carro:

Dia Mundial Sem Carro - clique aqui

Dia Sem Carro - clique aqui

O mês sem carro em São Paulo - clique aqui

Quem atrapalha os ônibus - clique aqui

Dia Sem Carro em SP - 2007
Dia Sem Carro em SP - 2006
Dia Sem Carro em SP - 2005

-.-.-.-.-.-.

6 comentários:

Luis Peters disse...

Excelente manual!
Acho que vou copiar ...

Aninha disse...

Ai Toni...to tentando imaginar outras palavras mas não vem nenhuma a não ser: Ameiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!

Quero copiar também!

Bjs

Fourier disse...

Maestro!

Una vez más sua palabras y imágenes inspiran a todos!

Con inteligéncia y sabedoria, fomenta la vida!!

Saludos gran amigo!!

Márcio disse...

Boa professor, o bom exemplo começa em casa, sempre. E quando adultos resgatamos essas lições e lembranças e então entendemos toda sabedoria de quem nos passou.

Viva o bom mestre!

Abraços extras

Márcio

tessie27 disse...

Professor.. linda mensagem... lindas imagens. Leves, cheias de cor.

Beijos.

meandros disse...

E tem gente que diz que não consegue viver sem carro. Pelo manual não parece ser tão difícil, hehehe

Abraço!